terça-feira, 4 de dezembro de 2007

Números sobre a violência contra as mulheres.







Pesquisa SPM/2007
No Brasil, existem 407 Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher (DEAMs). No primeiro ano da lei, foram criados 47 Juizados ou Varas Especiais de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher pelos Tribunais de Justiça estaduais. Desses, 47% localizam-se no Sudeste. O Nordeste criou apenas um juizado, em Pernambuco. Entre outubro de 2006 e maio de 2007, nos 20 juizados/varas que responderam à pesquisa realizada pela SPM, foram instalados 10.450 processos criminais e 5.247 medidas protetivas foram deferidas. No mesmo período, foram efetuadas 864 prisões em flagrante e 77 prisões preventivas. Os juizados/varas do Nordeste e do Centro-Oeste foram os que mais efetuaram prisões em flagrante: 121 (Nordeste) e 112 (Centro-Oeste). (SPM/2007)


Pesquisa DataSenado/2007
Para 28% das mulheres agredidas, a violência doméstica é uma prática de repetição. De vez em quando, ela volta para assombrar a mulher.


Pesquisa Instituto Patrícia Galvão/Ibope/2006.
51% conhecem ao menos uma mulher que é ou foi agredida pelo companheiro; 33% apontam a violência contra a mulher dentro e fora de casa como o problema que mais preocupa a brasileira na atualidade; 64% acham que o agressor deveria ser preso; 75% consideram que as penas aplicadas em casos de violência contra a mulher são irrelevantes; nove em cada 10 mulheres lembram de ter assistido ou ouvido campanhas contra a violência à mulher na TV ou rádio. Obs: a íntegra da pesquisa está em www.patriciagalvao.org.br



Pesquisa Organização Mundial de Saúde/2005
A violência doméstica e familiar contra a mulher é responsável por índices expressivos de falta ao trabalho, pelo crescimento da Aids entre a população feminina e pelo baixo aproveitamento escolar de crianças que a presenciam.


Pesquisa Fundação Perseu Abramo/2001
A cada 15 segundos uma mulher é agredida; a cada ano são mais de 2 milhões de mulheres vítimas de violência. A maioria das mulheres não denuncia a violência praticada por seus companheiros.


Pesquisa Banco Interamericano de Desenvolvimento/1998
Um em cada cinco dias de falta ao trabalho é causado pela violência doméstica, que faz com que a mulher perca um ano de vida saudável a cada cinco anos. O Brasil é o país da América Latina que mais perde com a violência doméstica: 10,5% de seu PIB – Produto Interno Bruto


Pesquisa Banco Mundial/1993
A violência doméstica é a principal causa de morte e de deficiências entre mulheres de 16 a 44 anos e mata mais do que câncer e acidentes de trânsito.

Nenhum comentário: