quarta-feira, 25 de junho de 2008

BRASIL SE DESPEDE DE RUTH CARDOSO.



Jornalista Vera Mattos
Presidente da Fundação Maria Lúcia Jaqueira de Mattos
Dirigente da Seção Bahia - do Capítulo Brasil
do Fórum de Mulheres do Mercosul






25/06/2008 - 04h27
Ruth Cardoso será enterrada no cemitério da Consolação, em SP

da Folha Online

A ex-primeira-dama Ruth Cardoso, 77, será enterrada nesta quinta-feira no cemitério da Consolação, no centro de São Paulo. A mulher do ex-presidente Fernando Henrique morreu às 20h40 desta terça-feira, em sua casa, no bairro de Higienópolis (SP).

Segundo nota médica divulgada na noite de ontem, a ex-primeira-dama foi vítima de arritmia grave decorrente de doença coronariana.

Saiba mais sobre a ex-primeira-dama Ruth Cardoso



A ex-primeira-dama Ruth Cardoso durante entrevista à Folha, em São Paulo
Ruth Cardoso morreu em seu apartamento, após desmaiar. Ela estava conversando com o filho Paulo Henrique, quando passou mal. FHC também estava em casa.

Na semana passada, Ruth havia sido internada após sentir fortes dores no peito. Ela recebeu alta na segunda-feira (23) do hospital Sírio-Libanês, na Bela Vista (região central de São Paulo). Na nota, os médicos recordaram que ela foi submetida a um cateterismo que "revelou doença coronária de extensão similar à doença já revelada em cateterismos realizados em 2006".

O serviço funerário da Prefeitura de São Paulo levou o corpo da ex-primeira-dama para o Instituto do Rim, na zona sul. O corpo da ex-primeira-dama será velado nesta quarta-feira na Sala São Paulo, região central da cidade, a partir das 11h.

Na quinta-feira, o cortejo até a Consolação sairá às 10h da Sala São Paulo.

Política

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), decretou luto de três dias no Estado. Após a confirmação da morte, o tucano foi até o apartamento de FHC, em Higienópolis, para prestar solidariedade ao ex-presidente. Veja a repercussão da morte de Ruth Cardoso.

"A Ruth era uma pessoa muito especial, para sua família, para seus amigos, para nosso país. Um exemplo de dignidade, delicadeza, inteligência e carinho pelas pessoas. É uma dor imensa a que sinto nesse momento", disse o governador, durante visita ao apartamento da família.

Com a morte da ex-primeira-dama, o PSDB cancelou a sessão solene que estava marcada para hoje, às 11h, no Senado, para marcar os 20 anos de fundação do partido. "Cancelamos o compromisso de amanhã", afirmou o presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE).

Para ele, "os brasileiros ficaram sem a presença de uma mulher generosa, forte e combativa, que sempre sonhou com um país mais solidário, rico e justo". "A Ruth Cardoso fará muita falta. Ela era muito querida e presente no partido", disse.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva também divulgou nota oficial na qual lamenta a morte da ex-primeira-dama. Lula disse que recebeu a notícia "com surpresa", além de afirmar que a morte de Ruth Cardoso representa uma "grande perda" para o país.

Carreira

Nascida em 19 de setembro de 1930 na cidade de Araraquara, no interior de São Paulo, Ruth Correa Leite Cardoso foi professora de Antropologia e Ciência Política na USP (Universidade de São Paulo) e pesquisadora do Cebrap (Centro Brasileiro de Análise e Planejamento) em São Paulo.

Bacharel em ciências sociais pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP, a ex-primeira-dama se casou em 1953 com Fernando Henrique, com quem teve três filhos.

Sergio Lima /Folha Imagem

A ex-primeira-dama Ruth Cardoso durante entrevista para a Folha em 1999
Em 1972, recebeu o título de doutora em Antropologia pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP. Anos depois, concluiu pós-doutorado na Universidade de Columbia em Nova York e também foi professora em universidades americanas e inglesas.

Durante o mandato de FHC (1995-2002), dona Ruth fundou o projeto Comunidade Solidária em 1995, uma ação de combate a pobreza e a exclusão social. Atualmente, fazia parte do conselho diretor da Oscip (organização da sociedade civil de interesse público) Comunitas, criada para para dar continuidade aos projetos do Comunidade Solidária.

Entre seus cargos de destaque, presidiu o conselho assessor do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) sobre Mulher e Desenvolvimento, foi membro da junta diretiva da UN Foundation e da Comissão da OIT (Organização Internacional do Trabalho) sobre as Dimensões Sociais da Globalização e da Comissão sobre a Globalização.

Tornou-se uma das das principais referências sobre antropologia no país, tendo escrito diversos livros sobre temas relacionados, como juventude, violência e cidadania.


http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u415868.shtml

--
Postado por Vera Mattos no VERA MATTOS em 6/25/2008 09:33:00 AM


Novos endereços, o Yahoo! que você conhece. Crie um email novo com a sua cara @ymail.com ou @rocketmail.com.

Nenhum comentário: