sábado, 1 de novembro de 2008

Pelos Direitos a que temos direito Assinem!

Agressão contra mulher é o crime mais comum entre os candidatos do município do Rio inscritos no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Segundo levantamento do Ministério Público Eleitoral, um em cada três candidatos cariocas responde a pelo menos uma ação por crime de violência contra a mulher.

À frente da Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos, a ex-ministra da Assistência Social, Benedita da Silva , recebeu com surpresa o resultado da pesquisa. "Esse dado é assustador. Afinal, estamos falando de pessoas que vão representar o povo. É lamentável que ainda tenhamos um número tão grande de homens comprometidos com este tipo de violência".

Diretora da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher (DPAM), a delegada Inamara Pereira também comentou o resultado da pesquisa feita pelo MP. "Como políticos, esses homens deveriam dar exemplo. Deveriam ser pessoas íntegras, e os exemplos de integridade devem começar dentro de casa", destacou. Segundo ela, "os dados mostram que a violência contra a mulher é a prática criminal mais democrática de todas, porque atinge cidadãs de todas as classes sociais, sem distinção".
 
///

Pesquisa feita no Rio de Janeiro, podemos imaginar nas outras capitais quantos devem responder por crime de violência a Mulher?

Quem é o agressor da mulher é o HOMEM ! São estes em sua gigantesca maioria que julgam, prendem, opinam contra a mulher!

Como almejar justiça, proteção, segurança se estes do poder são os que nos atingem e não nos protegem?

Nossos senadores,deputados, vereadores, policiais, promotores juizes, a eles estamos submissas, às suas decisões sobre nossas vidas.

A Campanha Homens unidos Pelo Fim da Violência contra as Mulheres deve ser um honesto comprometimento dos homens brasileiros principalmente daqueles que nos representam, para que respeitem nossos direitos no Brasil. Assinem http://www.homenspelofimdaviolencia.com.br/

No Blog Email Denuncias   existe listagem de e-mail de nossos representantes no governo escrevam para que assinem e se não assinarem " COBREM'

 
Ana Maria C. Bruni
 
 
 

Nenhum comentário: