domingo, 16 de agosto de 2009

Pensamento positivo interfere na longevidade feminina

Risco de doenças cardíacas é menor entre as mulheres otimistas


Um estudo realizado com mais de cem mil mulheres, publicado na revista científica Circulation, sugere que o pensamento positivo pode ser um aliado da saúde feminina. De acordo com os cientistas holandeses, responsáveis pela pesquisa, mulheres pessimistas tendem a apresentar índices mais altos de pressão e de colesterol.

Após oito anos de análises, o resultado dos testes comprovou que as mulheres consideradas otimistas tiveram 9% menos de chances de apresentarem problemas cardíacos e estavam 14% menos propensas de morrer por qualquer outra causa.

De acordo com os pesquisadores, a explicação pode estar relacionada com as qualidades extras das pessoas otimistas. Essas mulheres costumam enfrentar adversidades do dia a dia com mais desenvoltura e, por isso, também se revelam mais capazes de cuidar de si mesmas quando ficam doentes.

O estudo também avaliou o risco entre mulheres consideradas cínicas e que cultivavam sentimentos hostis. A conclusão foi que as participantes desse grupo estavam 16% mais sujeitas a morrerem durante o período da pesquisa

 


Veja quais são os assuntos do momento no Yahoo! + Buscados: Top 10 - Celebridades - Música - Esportes

Nenhum comentário: