segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Jorge Amado

Acho que o mais terrível foi a degradação do caráter. Em relação a duas coisas. Você teve a tortura. Em segundo lugar, a ditadura institucionalizou a corrupção. Hoje, esse mal faz parte dos costumes."
JORNAL DA TARDE, 04/01/1992
Jorge Amado, escritor, sobre as conseqüências da ditadura no Brasil.

 

Eu sou muito otimista, muito. O Brasil é um país com uma força enorme. Nós somos um continente, meu amor. Nós não somos um paisinho, nós somos um continente, com um povo extraordinário."
JORNAL DA TARDE, 03/09/1988
Jorge Amado, escritor, sobre o futuro do Brasil.

 

Brasil sério
É sério, mas é surrealista."
AFINAL, 22/10/1985
Jorge Amado, comentando a afirmação atribuída ao ex-presidente francês Charles de Gaulle de que o Brasil não é um país sério.

  

Quando você morre em um país sem memória, imediatamente eles te esquecem. Quando eu morrer, vou passar uns 20 anos esquecido."
FOLHA DE S.PAULO, 06/07/1991


Jorge Amado Nascimento:10/08/1912 Natural:Itabuna - BA Morte:06/08/2001

 

Ana Maria C. Bruni

 

Nenhum comentário: